Você sabe o que é Markdown?

Você sabe o que é Markdown?

A gente que é blogueiro sabe que não tem hora pra escrever. Às vezes é tudo bloqueado, ou tudo que você tem à mão é o Notepad do windows ou o aplicativo de notas do celular. (lembra quando a gente escrevia SMS e guardava no rascunho para não esquecer alguma coisa?)

O chato é que esses textos não têm formatação e dá tanta preguiça ir colocando todos os negritos, itálicos e sublinhados depois. É fácil, não tô dizendo que não; e se for fazer o post direto no WordPress é só ir apertando ctrl+B para negrito, ctrl+I para itálico e ctrl+K para link. Também não é como se os botões estivessem longe desse jeito né.

Mas nerds gonna nerdear então se tem um jeito mais difícil de fazer, por quê não?

Existe uma formatação chamada Markdown. Eu acho que o principal uso é no Github, pra fazer as páginas de documentação, mas é um código livre. E o WordPress (o .org sempre e o .com com o Jetpack instalado) dá suporte para isso.

A ideia é que você escreva utilizando alguns atalhos e ele formata o texto pra ti.

Por exemplo, para fazer negrito use dois asteriscos ou dois underlines. Para itálico, um só:

*italic* **bold** _italic_ __bold__

Também dá para colocar link usando:

[nome do link](http://endereco.com)

E imagem também é fácil:

![alt text](/caminho/img.jpg "Title")

Os parágrafos são criados automaticamente quando você pula linha. Ainda dá para fazer títulos utilizando # Título 1# por exemplo. E listas, basta colocar um asterisco ou hífen na frente da linha.

Ferramentas para escrever com Markdown

Minha ferramenta favorita é só para linux, Uberwriter. Escrevi uns contos nele e foi ótimo. Mas claro que ele não está sempre à mão, então outras dicas são

  • Estou escrevendo esse post no Jon Com e é ótimo porque ele já mostra uma tela de preview;
  • Tem também o Hashify, ótimo para quem está começando porque tem botões para essas funções todas que eu disse, então você pode pegar o jeito caso esqueça de alguma coisa
  • E o Dingus do criador do Markdown, com a colinha na lateral.

E no WordPress?

Dá pra copiar todo o código feito em Markdown tanto na área de texto quanto na aba de HTML do editor do WordPress, mas ele não vai ser formatado no editor de texto, só depois que você publicar. Eu vi que usando o plugin que permite colocar [iframes] no lugar de <iframes> deu uns conflitos.

O que achei mais seguro foi escrever o texto em markdown, passar por essas ferramentas que peguei acima, copiar o texto estilizado que ele cria e colar no WordPress na aba “texto”.

Por quê então não copiar direto do Word, Marta? Porque o Word cria um monte de lixo e perde os parágrafos. Ou fica com um espaço duplo entre eles, ou junta tudo. Aí seu texto fica tudo cheio de <div>s e zoa tudo a exibição. Além de piorar seu ranking em ferramentas de busca.

Por que usar isso?

Eu uso porque eu acho prático. Eu acho mais fácil já colocar links, imagens e formatação enquanto estou escrevendo. E enquanto estou escrevendo, não quero ficar tirando a mão do teclado e colocando no mouse. Isso me gera tempo. É muito mais fácil continuar no teclado.

Também gosto do fato que essa formatação é “absoluta”. Eu posso colocar isso em qualquer lugar que aceite markdown e vai continuar formatado do mesmo jeito. Se eu formato um texto no Google Docs por exemplo, não tenho garantia nenhuma que ele vai continuar formatado quando eu colar em outro lugar – depende do aplicativo para onde estou colando.

Eu também tenho certeza que não tem lixo nenhum de código extra nessa marcação. A curva de aprendizado é rápida (apesar de eu me enganar o tempo todo com o link) e é fluído pra mim.

Você deveria utilizar? Não sei. Acho que essa é uma escolha muito pessoal 🙂

O importante é se divertir escrevendo. A ferramenta que você usa é irrelevante, porque o que é gerado é a mensagem e o sentimento. Então tanto faz. Use o que for melhor pra ti.

One comment

  1. Texto perfeito e muito claro sobre Markdown. Obrigada pelo material Eu estava com dificuldades de entender porque deveria usar de fato, mas você me convenceu! Mostrou todos os argumentos de forma clara.

    Parabéns pelo trabalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *