Archive Tag:natal

Cookies super fáceis

Sabe aquele tipo de cookie tipo do subway? Ele não é crocante, ele é meio fofinho assim, bem grande e redondo, que deveria vir acompanhado por um copo de leite, por lei. Bem, tá chegando o natal e o Pinterest já me avisou e me deixou com vontade. Mas muita preguiça fazer coisas complicadas.

Então encontrei a receita mais fácil de biscoitos de natal do mundo.

Ingredientes

  • 1 massa de bolo
  • 2 ovos
  • 1/3 de xícara de óleo

Preparo

  1. Misture tudo (não faça a mistura para bolo conforme a embalagem, apenas misture com 2 ovos e 3/4 de xícara de óleo) com a mão mesmo, que a batedeira não aguenta.
  2. Pegue 1 col de sobremesa dessa massa, unte a mão com óleo e faça bolinhas
  3. Asse as bolinhas bem separadas numa forma untada, em forno alto por uns 7 minutos
  4. Tire do forno e amasse as bolinhas
  5. Decore e OMNOMNOMS

Eu tentei “apertar” as bolinhas antes de assar mas não fica bom não. Fica meio duro e não fica tão bonito, mas deve ser bom se você tem forminhas. Se você deixa a bolinha mesmo assando e depois aperta, fica bem macio.

Outra coisa: cuidado com a quantidade de óleo. Tentei com 1 xícara e ele desmancha demais, não fica durinho. Coloca 1/3 mesmo (não sei daonde eu tinha tirado 3/4 RISOS) e vai adicionando aos poucos se achar que precisa. Colocando demais estragou tudo :/

Eu guardei na geladeira e durou uma semaninha 🙂

Natal

Algumas coisas mudaram. E eu tenho vergonha de dizer, porque se elas mudaram é porque não eram assim antes.

O fato é que agora os presentes são a última coisa que me importam em datas comemorativas. Não para dar (sobre isso me importo até demais, fiquei louca esse natal) mas para receber. Não me importo com o que vou receber. O que foi meio frustrante pro meu pai, acho.

Meu pai gosta de dar presentes – e presentes caros. Quanto mais caro, mais ele passa o amor pela pessoa. Eu ganhei uma multi-funcional da HP que funciona totalmente na nuvem, é incrível. Um site gerencia tudo. E ela não tem fio, então posso mandar coisas imprimirem em qualquer lugar da casa. Genial, do futuro.

É só que… a comida… a ansiedade, as piadas, as músicas ruins… Isso vale tanto mais, sabe? Eu não ligo que ganhei de multi-funcional até par de meias. Eu já tenho tudo físico que jamais sonharia em ter.

(e ainda assim preciso mobiliar uma casa inteira, omg, isso me deixa louca sabia?)

Já que não tenho nada de que me orgulhe pra falar sobre a parte física do natal, falar sobre a parte religiosa é ainda pior. Digo, até que fui bem religiosa em 2012. Só que fui escolher justo o espiritismo. No espiritismo não adianta nada você tirar 9 em uma prova e não colocar tudo em prática.

O fato é que ainda não me sinto pronta para um trabalho voluntário; ao mesmo tempo, tudo parece me empurrar para tal, e me cobrar uma atitude neste sentido.

O que 2013 espera pra mim?

Natal. Sim, aqui também. E sim, aqui de novo.É

Ahhh então você não gosta do natal? Aperte J no seu google reader ou vá pra o próximo post. Abraço.

Motivos pelos quais eu amo o Natal:

  1. É calor. Dá pra usar vestidos e tomar cerveja e morrer no sofá o dia todo.
  2. Minha família tá toda em casa e ninguém vai brigar. Afinal, é Natal.
  3. Tem comida. Coisas que a mãe faz só no Natal. Como o pudim de suspiro, torta de liqüidificador (isso ela faz mais vezes, mas a do Natal é a mais gostosa) e peru.
    1. Eu sou alérgica a frango, então o Natal é a única época do ano que eu como ave.
  4. Tem luzes e decoração fofa *-*. Se você fala “Ah não neva no Brasil e o Papai Noel devia andar de sunga”, você é frustrado. Pra não dizer chato.
  5. Tem PRE SEN TES! E eu, como representante firme da classe média, adoro os presentes o/

Apesar da falação do meu pai dizendo que esse seria um Natal magro, mimimi whiscas sache, foi muito divertido e eu amei tudo que ganhei. TUDO.

A internet também me divertiu, com os presentes do Farmville, a versão nova do WordPress e, bem, eu ganhei e instalei o Snow Leopard e funcionou tudo perfeitamente bem. Além da discografia do New Order, que eu peguei emprestado da interwebz. 🙂

Aí teve DVDs do Star Trek, vestidos, família…

Eu estava meio cansada, desanimada e triste, mas foi mais um ano gostoso pra caramba. É legal ter uma família assim, que nem a minha. Digo, eu fico sempre surpresa por a gente se dar bem até hoje, mesmo sem meu tio por perto.

Meu tio faz falta ainda. Eu escolhi presentes inconscientemente pra ele. Sabe como é…

Mas apesar de tudo, o saldo é bem positivo. Meus pais estão convivendo juntos agora, já que minha mãe está desempregada. A gente aproveita todo momento de risadas, né? 🙂

Feliz Natal 😀

Natal! XD

Natal

Sinceramente, e desculpa se eu estiver ofendendo alguém, acho que não-gostar de Natal é coisa de gente frustrada. Tinha um colega meu no msn com o nick “Em casa, não fazendo nada, pq ODEIO NATAL”. Fala a verdade, só quer chamar a atenção para um monte de rebeldia sem causa. Só quer falar mal porque adora falar mal de qualquer coisa. (especialmente ele ¬¬)

Natal é minha data favorita do “mundo offline” (porque do mundo online é o BlogDay) e eu acho que é porque todas as minhas lembranças de todos os meus Natais são ótimas, regadas a decoração, luzes, bebida, comida, um monte de comida e presentes legais. Sorte a minha o/

Primeiro, ao contrário do que eu pensei quando ele faleceu, a ceia foi engraçada, apesar da ausência do meu tio. Minha mãe tava feliz, e ela é uma dessas frustradas-de-natal, então isso é ótimo. Falamos besteiras, demos risadas e lembramos do tio, é claro, mas com aquele carinho gostoso de sempre. E eu comi, comi muito. Claro.

Depois trouxemos os presentes pra árvore. A nossa ceia e entrega de presentes é sempre cedo, sempre foi. Então, umas 21h, todos já estavam com seus devidos presentes abertos e olhos cintilantes *-*

EU GANHEI UMA CÂMERA FOTOGRÁFICA DA SONY DE 9mpx *_________*

E uma bolsa, um tênis, uma carteira, um pendrive de incríveis 16Gb e um porta-sabonete-líquido (?).

(faz MUITO tempo que eu venho pedindo uma câmera digital e nem esperava que fosse dessas.)

Mais um Natal delícia!