Archive Tag:front-end

Palestrando no dia do meu aniversário

Já tem alguns anos que mando apresentações para eventos e acaba não dando certo. Mas esse ano aconteceu 😀 Palestrei no Front in Floripa sobre design para programadores, com a palestra “Como deixar seu designer feliz – e ser feliz também”. Foi MUITO LEGAL!

Eu falei um pouco no blog das Anitas sobre como foi palestrar num evento de tecnologia, que é predominantemente masculino, e da responsabilidade de representar um gênero. Além disso, tentar aceitar que não ser perfeita é algo OK. E foi tudo bem, sabe? Eu tava tranquila, segura e a palestra foi super bacana!

E não é só isso!
E não é só isso!

Aliás, eu estava pensando como esse meu aniversário foi um dos melhores dos últimos anos. Conheci um monte de gente bacana e de noite quase 20 amigos meus apareceram no bar para comemorar comigo. Foi muito bacana 😀

Caralho melhor aniversário porra 🎈🎂🎁💜❤💛💙💚

Uma foto publicada por Marta Preuss (@mapreuss) em

Meu ano foi muito difícil. Eu acredito que a gente não precisa passar por uma situação ruim para amadurecer, mas já que eu passei que pelo menos tire coisas boas. E eu tirei coisas boas desse ano. Achei uma terapeuta maravilhosa que me ensinou a encontrar minha força e a lidar com meus fantasmas, comecei a pós, me uni a grupos feministas para aguentar passar pela opressão, achei clientes maravilhosos para freela, consegui trabalhar de casa com meus gatos, paguei minha dívida \o/.

Essa época no ano passado eu estava assustada, perdida, apavorada. Agora me sinto mais forte e tranquila. E bem mais feliz 🙂

Alguns segredos super-legais de CSS

Vi esse vídeo no meio das coisas do meu Reader e não faço ideia daonde ele veio, mas o que importa é o que ele ensina. Lea Verou mostra 10 técnicas muito incríveis de CSS puro que fazem coisas que ninguém acredita. Gostei tanto que achei legal compartilhar com vocês.

Seguem os que eu achei mais legais e quis escrever para ficar mais fácil em um uso futuro:

É fantástico o quanto o CSS está poderoso. Para quem sofria para posicionar divs com floats, poder animar coisas tão facilmente é muito legal. Deixar de recortar backgrounds e ícones também ajuda demais no desenvolvimento e manutenção.

Isso não faz nossa profissão ser mais fácil. Muita gente (eu inclusa, pra brincar), diz que “na minha época tinha IE6 e Netscape, você tinha de fazer dois ou três sites, uma parte em tabela e outra em divs e isso sim era trabalhoso. Hoje em dia você tem grid systems e pronto, tá tudo feito”. Mas isso não deixa as coisas mais fáceis. O fato é que hoje o front-ender tem um papel muito mais essencial do que tinha há 6 ou 8 anos atrás. Ele precisa tomar mais cuidado, fazer o código o mais limpo o possível, deixando otimizado para SEO, programadores e manutenção. Precisa cuidar do javascript, de responsive design, de validação da marcação e dos estilos e se preocupar com user experience. Cuidar de graceful degradation e suporte em diversos dispositivos, já que a internet está em todo lugar – dos antigos aos mais novos.

Nossa profissão está mais divertida que nunca. Aproveite para estudar, sempre!