Quer respeito? Se dê ao respeito.

Eu sei que é OLD, mas tão old que passou no Fantástico, e por isso mesmo estou aqui, no meu melhor momento indignação falando.

Quando eu vi a foto, pensei e postei no twitter que eu tinha uma CAMISETA que é igual o que aquela pessoa chama de vestido. Na foto abaixo ela ainda está mais pra cima, dá pra descer mais.

Camiseta se usa com calça.
Camiseta se usa com calça.

Daí as pessoas acham feio brigar com a menina que foi assim (só que sem calças) pra faculdade? Pelamordedeus, a mina é uma vagabunda!

Ok, ok, agressão física não. Nada justifica, concordo. Agora, que eu estaria lá, chamando aquele indivíduo de vagabunda pra baixo, ah, eu estaria. Sabe porquê? Porque é vagabunda. Ponto.

Na minha faculdade também era cheio dessas, meninas que iam com shortinhos É-o-Tchan a like se achando a gostosa pra grande maioria de otários boyzinhos bombadinhos ficarem secando e achando bonito. Vai lá, campeã.

Mas me deixa te contar uma novidade: o campus universitário não é uma balada! Muito menos um puteiro! As pessoas esquecem – algumas nem se tocam – que estão em um lugar que deveria ser para estudar, para ter uma profissão.

Acho que respeito é bom. Mas se você quer ser respeitado, pelo menos se dê ao respeito, vai?

8 comments

  1. Eu não consegui ter uma opinião muito bem definida sobre esse assunto pois ele remete a uma sucessão de fatores errados…

    1) A menina é uma vadia, isso é fato… e ela devia ficar feliz com tudo isso, pois logo vai estar na capa de alguma revista ou estralando um ótemo filme pela produtora “Brasileirinhas” ^^

    2) Ela é vadia, ok… mas não precisava agredir a menina, mesmo que verbalmente. Como universário, pessoa que vive no século 21 e ainda mais BRASILEIRO, devo dizer que não é anormal ver pessoas se vestindo dessa forma, principalmente quando se trata de vadias… hahah Afinal, é por isso que o Brasil (em especial o Rio de Janeiro) é visto como o puteiro do mundo.

    3) MAIS UMA VEZ, a mídia está ampliando as coisas criando mais uma daquela polêmicas de “1 semana”, pelo que vi de um ou dois vídeos no Youtube, rolou sim uma pressão e tudo mais, mas não eram 600 pessoas em cima da menina… aparentemente aquilo era um horário de intervalo, entrada ou saída e tinham várias pessoas no ambiente, mas pode-se notar que tinha muita gente conversando e fazendo outras coisas além de dar bola pra tal vadia, claro, quando começa a gritaria, as atenções acabam voltadas pra ela, mas tinha muita gente que apenar de ali, não davam a mínima pra ela. #fail da mídia pra variar… e nisso incluo TV e internet de um modo geral.

    4) O Ambiente universário não é mais um local de aprendizado a tempos… as coisas andam muito distorcidas e desde que entrei pra faculdade percebi bem isso… os próprios professores, a instituições e principalmente os alunos que trazem educações bizarras de casa desvirtuam as universidades… e vejo tendências disso piorar… os filhinhos de papai tomaram conta das faculdades…
    Um exemplo besta, mas funcional… a uns meses atrás, entrei na comunidade da minha faculdade pra discutir a lei que acabava com a cela especial para pessoas com ensino superior, limitando o benefício para políticos e líderes religiosos… após elaborar um texto grande, abordando a seriedade do assunto e tudo mais… entrou uma menina que simplesmente postou “nemlinemlerei” e um cara que disse algo do tipo “o cara faz faculdade pensando em ser preso”… depois acompanhei a comunidade e os tiveram dois “jogos” sendo atualizados com atenção e um tópico marcando uma balada na faculdade… e isso reflete bem os interesses dos universários de hoje em dia.

    Por fim (e já me excedi, e muito), imagino que essa menina seja SEMPRE uma vadia e SEMPRE use esse tipo de roupa, no dia em questão, algum boyzinho tentou “pegar” e levou um fora… ele começou a agitar… agito vai, agito vem… e tinha uma sala inteira gritando e sacaeando ela… devia ser horário de intervalo ou algo do tipo, muita gente ouvindo e rebatendo os gritos… algum tonto chamou a polícia, fizeram vídeos, parou na TV, fim… celebridade da semana.

    Abs, Marco.

  2. @Marco

    Concordo: 1, 2, 3 e 4.
    Era intervalo, ela estava chegando atrasada, passou por algumas meninas que começaram a xingar ela. A turma do oba-oba da Uniban começou a gritar… e gente… que pessoa com QI abaixo de 10 resiste a uma gritaria? Nem precisa saber porque, pra que ou pra quem. Grita e foda-se. Colega que me mostrou o vídeo no dia falou que o pessoal da sala dele do segundo andar nem sabia do que se tratava e já sairam da sala gritando “PU-TA, PU-TA”. Escandalos na Uniban sempre foram assim (estudei la 1 ano). O que o universitário de lá não pensou (acéfalos) é que a reputação da faculdade não é boa e com essa história, vejam só vocês… ficou pior. Acho que se alguem deveria barrar ela, falar alguma coisa sobre, primeiramente seriam os seguranças, porque fica um em cada entrada. Com toda a certeza eles viram ela. Acho que devemos sim nos vestir decentemente tanto pra ir à faculdade quanto pra ir a qualquer outro lugar. Mas se a mina queria ir quase pelada… Manos, azar dela. Chama de puta ali baixinho, comenta com a amiga… chama os caras pra ver a putice dela… mas não precisa foder tanto a ponto da mina pensar que ia ser linxada e/ou estuprada na rua pra chamar a policia. Isso é triste pra universitários:
    _do lado da decencia:_ A mina provou pra pessoal que decencia de cu é rola, cada um vai pelado mesmo na facul e foda-se, universitário é tudo “putão”
    _do lado do universitario:_ Os caras ficam mais preocupados em xingar a mina que ta pelada e que todos sabem que é puta e foder com a imagem dos universitários. Todos acéfalos e acham que a facul é balada.

    Só perdemos com esse fato, e acho que isso não deveria ser exposto nem no jornal local, quanto mais no Fantastico.

  3. Sei lá…
    Julgar a mina assim é foda.. mesmo pq ninguem é santo (blah blah blah atire a primeira pedra), se nao gostou do que a mina veste, ignora.. imagine se eu xingasse todos que usam amarelo, rosa ou pochete? cada um que cuide da sua vida… se a mina quer exibir as carnes.. deixa ela!

    o relato do alberto é bacana.. a “santidade” do campus universitario morreu a muito tempo..qualquer outra opnião em relação a isso é pura ilusão…

    De que adianta se vestir “decentemente” e ter o carater, inteligencia e educação de uma porta?
    Todos os outros universitarios bem vestidos que estavam hostilizando a garota não passam de “portas” em massa…

    Se ela é vagabunda, puta, ai já nao sei.. a vida é dela.. e não interfere na minha então pq me preocupar com o que ela veste? já que o que ela veste tambem nao interfere na minha vida…

    daqui a 1 semana todos terão esquecido isso, essa mina ai vai posar pra umas 12 revistas e quem sabe até rola um porno… e é isso ai! A Humanidade prospera!

    😉

  4. Quem é você guria pra tá chamando a menina de vagabunda.Vc deve ser mais uma vítima desse machismo histórico.Não se determina um caráter pelas roupas que as pessoas usam.Olhe o significado da palavra ” vagabunda” em seu sentido literal.Ela não roubou, não matou, não estuprou, e porque ela é vagabunda?É por isso que os valores da nossa sociedade estão tão invertidos.Pessoas tirando a vida de outras, agredindo, simplesmente por ser tão intolerante quanto você.

  5. Poxa que legal.Sinal de que foi uma questão de maturidade.Me desculpe, mas não observei este detalhe, na verdade, pelo teor do texto, me indignei.rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *