Blog day!

Blog day!

Acho que Blog Day nada mais é que um Top 5 dos meus blogs favoritos, né? Isso vai ser meio difícil.

Antes eu era viciada em blogs. Meu Google Reader estava sempre EXPLODINDO de itens não-lidos. Era J, J, J (J fazia passar para o próximo item)… Mas aí nessas mudanças da vida, já fazia uns quatro anos que eu não seguia blogs com tanto afinco.

Nesse Beda aproveitei o embalo para retomar minha vida como consumidora de blogs. Tinha muita coisa bacana no Rotaroots e a gente foi se conhecendo. Adorei as amizades novas e, mesmo que eu nem sempre comente, leio tudo que vocês escrevem 🙂 O InoReader é minha conexão com vocês.

Apesar de ter sido duro, fiz meu Top 5. Vamos lá?

Receitas

5) Receitas de minuto

Linda, fofa, de cabelo azul, a Gisele me ensinou a cozinhar com seus vídeos bem humorados, de instruções fáceis e rápidas. Além disso ela adotou o Capt. Dallas, o cachorro mais fofo do mundo. No blog ainda tem dicas para cuidar da casa e da cozinha.

[wc_divider style=”image3″ margin_top=”” margin_bottom=””]

Nefelibata

4) Nefelibata

Um tumblr para falar sobre gordofobia que sempre traz posts bem estruturados sobre a realidade de ser gordo. Sempre discussões profundas visando desconstruir a gordofobia do dia-a-dia. Um lugar para entender que gordofobia não é mimimi.

[wc_divider style=”image3″ margin_top=”” margin_bottom=””]

JoutJout

3) Jout Jout

Vale videolog? Espero que sim. Jout Jout fala de feminismo e de outros assuntos difíceis com naturalidade, sendo engraçada e carismática. Ajudou muita gente a entender o que é abuso e, além disso, olha o cajado!

[wc_divider style=”image3″ margin_top=”” margin_bottom=””]

lec

2) Lecticia

Eu sei que é puxar muita sardinha mas se estamos aqui de volta é graças a Lec. A empolgação dela me motivou, e acho que eu motivei ela também. Ela escreve muito bem, fala de coisas muito bacanas e somos amigas há muito tempo, então gosto demais do blog dela.

[wc_divider style=”image3″ margin_top=”” margin_bottom=””]

lugar

1) Lugar de Mulher

Nenhum outro blog tratou o feminismo para as minas de um jeito tão carismático, próximo e amigo. O empoderamento causado por este canal teve reflexo claro na minha vida e na de amigas queridas, e eu devo muito a ele. Não ter comentários é a melhor coisa. Amo o LdM. Muito. Obrigada por existir.

[wc_divider style=”image3″ margin_top=”” margin_bottom=””]

Menções honrosas

Obrigada por compartilharem seus conteúdos com a gente 

6 comments

  1. Não sabia que a Lec tinha blog! Vou acompanhar!

    E a Jout Jout que tem apenas 23 anos? Ela fala de um jeito que pensei que ela tinha uns 34!

    Mas de todos eu só acompanho o Lugar de Molier, mesmo! Vou checar os outros! =*

  2. Mas acho que foi algo mútuo, pq o layout me deu muito mais vontade de postar. E você nunca parou de verdade, ao contrário de mim hahahaha
    Então acho q não teria BEDA sem vc. <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *